Ofício de Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento

Festa

Invitatório:

V. Abri os meus lábios, ó Senhor.

R. E minha boca anunciará vosso louvor.

Ant. Jesus, Pão vivo, Filho de Maria,

vinde adoremos. Aleluia!

Sl 94Convite ao louvor de Deus.

– Vinde, exultemos de alegria no Senhor *

aclamemos o rochedo que nos salva!

– Ao seu encontro caminhemos com louvores,

e com cantos de alegria o celebremos!

(Repete-se a antífona)

– Na verdade, o Senhor é o grande Deus, *

o grande Rei, muito maior que os deuses todos.

– Tem nas mãos as profundezas dos abismos, *

e as alturas das montanhas lhe pertencem;

– o mar é dele, pois foi ele quem o fez, *

e a terra firme suas mãos a modelaram.

(Repete-se a antífona)

– Vinde adoremos e prostremo-nos por terra, *

e ajoelhemos ante o Deus que nos criou!

= Porque ele é o nosso Deus, nosso Pastor, +

e nós somos o seu povo e seu rebanho, *

as ovelhas que conduz com sua mão.

(Repete-se a antífona)

= Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: +

“Não fecheis os corações como em Meriba, *

como em Massa, no deserto, aquele dia,

– em que outrora vossos pais me provocaram, *

apesar de terem visto as minhas obras”.

(Repete-se a antífona)

= Quarenta anos desgostou-me aquela raça +

e eu disse: “Eis um povo transviado, *

seu coração não conheceu os meus caminhos!”

– E por isso lhes jurei na minha ira: *

“Não entrarão no meu repouso prometido!”

(Repete-se a antífona)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

(Repete-se a antífona)

Laudes

Hino

Ao nosso primeiro pai,

deu Eva mortal alimento

que todo o gênero humano

contaminou para sempre.

Mas a Virgem reparou

esse dano irremediável,

repleta do Santo Espírito

deu à luz o seu Filho.

Que vem nos alimentar

no seu místico banquete;

Belém se tornou a pátria

do celeste e vivo Pão.

Enquanto os anjos em coro

cantam hinos a Jesus,

Maria, a Mãe Virginal,

adorando embora o Filho.

Já O oferece qual vítima

pela nossa salvação:

goza e sofre ao mesmo tempo

de santo amor e de dor.

Salve, ó espiga, repleta

do Trigo que é nossa vida,

ó vaso que encerrais

o alimento divinal!

Louvor ao Pai e ao Espírito,

e ao Filho da Santa Virgem

Que a vida eterna nos dá

no seu Pão celeste. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Bendita sejais, ó Virgem Maria,

por Vós veio ao mundo o Deus Salvador!

Da glória feliz do Senhor onde estais,

rogai junto ao Filho por nós vossos filhos! Aleluia!

Sl 62 (63), 2-9Sede de Deus

– Sois vós, ó Senhor, o meu Deus! *

Desde a aurora ansioso vos busco!

– A minh’alma tem sede de vós, +

minha carne também vos deseja, *

como terra sedenta e sem água!

– Venho, assim, contemplar-vos no templo, *

para ver vossa glória e poder.

– Vosso amor vale mais do que a vida: *

e por isso meus lábios vos louvam.

– Quero, pois vos louvar pela vida, *

e elevar para vós minhas mãos!

– A minh’alma será saciada, *

como em grande banquete de festa;

– cantará a alegria em meus lábios, *

ao cantar para vós meu louvor!

– Penso em vós no meu leito, de noite, *

nas vigílias suspiro por vós!

– Para mim fostes sempre um socorro; *

de vossas asas à sombra eu exulto!

– Minha alma se agarra em vós; *

com poder vossa mão me sustenta.

Ant. Bendita sejais, ó Virgem Maria,

por Vós veio ao mundo o Deus Salvador!

Da glória feliz do Senhor onde estais,

rogai junto ao Filho por nós vossos filhos! Aleluia!

Ant. 2 Sois a glória de Sião, a alegria de Israel

e a flor da humanidade! Aleluia!

Cântico Dn 3,57-88.56

Louvor das criaturas ao Senhor

– Obras do Senhor, bendizei o Senhor, *

louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

– Céus do Senhor, bendizei o Senhor!

Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Ou:

R. A Ele glória e louvor eternamente!)

– Águas do alto céu, bendizei o Senhor!*

Potências do Senhor, bendizei o Senhor!

– Lua e sol, bendizei o Senhor! *

Astros e estrelas, bendizei o Senhor! (R.)

– Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!*

Brisas e ventos, bendizei o Senhor!

– Fogo e calor, bendizei o Senhor! *

Frio e ardor, bendizei o Senhor! (R.)

– Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!*

Geada e frio, bendizei o Senhor!

– Gelos e neves, bendizei o Senhor!

Noites e dias, bendizei o Senhor! (R.)

– Luzes e trevas, bendizei o Senhor!

Raios e nuvens, bendizei o Senhor!

– Ilhas e terra, bendizei o Senhor! *

Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim! (R.)

– Montes e colinas, bendizei o Senhor! *

Plantas da terra, bendizei o Senhor!

– Mares e rios, bendizei o Senhor! *

Fontes e nascentes, bendizei o Senhor! (R.)

– Baleias e peixes, bendizei o Senhor!

Pássaros do céu, bendizei o Senhor!

– Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!

Filhos dos homens, bendizei o Senhor! (R.)

– Filhos de Israel, bendizei o Senhor! *

Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

– Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!*

Servos do Senhor, bendizei o Senhor! (R.)

– Almas dos justos, bendizei o Senhor! *

Santos e humildes, bendizei o Senhor!

– Jovens Misael, Ananias e Azarias, *

louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim! (R.)

– Ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo *

louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!*

– Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!*

Sois digno de louvor e de glória eternamente! (R.)

Ant. Sois a glória de Sião, a alegria de Israel

e a flor da humanidade! Aleluia!

Ant. 3 Exultai e alegrai-vos, ó Virgem Maria,

pois trouxestes o Cristo Jesus Salvador! Aleluia!

Salmo 149

A alegria e o louvor dos santos

– Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*

e o seu louvor na assembléia dos fiéis!

– Alegre-se Israel em Quem o fez, *

e Sião se rejubile no seu Rei!

– Com danças glorifiquem o seu nome,*

toquem harpa e tambor em sua honra!

– Porque, de fato, o Senhor ama seu povo*

e coroa com vitória os seus humildes.

– Exultem os fiéis por sua glória, *

e cantando se levantem de seus leitos,

– com louvores do Senhor em sua boca *

e espadas de dois gumes em sua mão,

– para exercer sua vingança entre as nações *

e infligir o seu castigo entre os povos,

– colocando nas algemas os seus reis, *

e seus nobres entre ferros e correntes,

– para aplicar-lhes a sentença já escrita:*

Eis a glória para todos os seus santos.

Ant. Exultai e alegrai-vos, ó Virgem Maria,

pois trouxestes, o Cristo Jesus Salvador! Aleluia!

Leitura breve Is 61,10

Exulto de alegria no Senhor e minh’alma regozija-se em meu Deus; Ele me vestiu com as vestes da salvação, envolveu-me com o manto da justiça e adornou-me como uma noiva com suas jóias.

Responsório Breve

R. O Senhor a escolheu,

* Entre todas preferida. R. O Senhor.

V. O Senhor a fez morar em sua santa habitação.

* Entre todas. Glória ao Pai. R. O Senhor.

Ant. O anjo disse a Maria:

Eis que conceberás e darás à luz um filho,

e o chamarás com o nome de Jesus.

Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo

e o seu reinado não terá fim.” Aleluia!

Cântico evangélico: Benedictus

O Messias e seu Precursor

– Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *

porque a seu povo visitou e libertou;

– e fez surgir um poderoso Salvador *

na casa de Davi, seu servidor,

– como falara pela boca de seus santos, *

os profetas desde os tempos mais antigos,

– para salvar-nos do poder dos inimigos *

e da mão de todos quantos nos odeiam.

– Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *

recordando a sua santa Aliança

– e o juramento a Abraão, o nosso pai, *

de conceder-nos que, libertos do inimigo,

= a ele nós sirvamos sem temor +

em santidade e em justiça diante dele, *

enquanto perdurarem nossos dias.

= Serás profeta do Altíssimo, ó menino, +

pois irás andando à frente do Senhor *

para aplainar e preparar os seus caminhos,

– anunciando ao seu povo a salvação, *

que está na remissão de seus pecados,

– pela bondade, e compaixão de nosso Deus, *

que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

– para iluminar a quantos jazem entre as trevas *

e na sombra da morte estão sentados

– e para dirigir os nossos passos, *

guiando-os no caminho da paz.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. O anjo disse a Maria:

Eis que conceberás e darás à luz um filho,

e o chamarás com o nome de Jesus.

Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo

e o seu reinado não terá fim.” Aleluia!

Preces

Celebremos nosso Salvador, que se dignou nascer da Virgem Maria; e peçamos:

R. Senhor, que a vossa Mãe interceda por nós!

Sol de justiça, a quem a Virgem Imaculada precedeu como aurora resplandecente,

concedei que caminhemos sempre à luz da vossa presença. R.

Palavra eterna do Pai, que escolhestes Maria como arca incorruptível para vossa morada,

livrai-nos da corrupção do pecado. R.

Salvador do mundo, que tivestes vossa Mãe junto à cruz,

concedei-nos, por sua intercessão, a graça de participar generosamente nos vossos sofrimentos. R.

Jesus de bondade, que pregado na cruz destes Maria por Mãe a João,

fazei que vivamos também como seus filhos. R.

Pai Nosso…

Oração

Ó Pai clementíssimo, quisestes que a Mãe do Vosso Filho, presente ao pé da Cruz, participasse do mistério da salvação humana; concedei-nos, por sua intercessão, celebrar com devoção sempre mais intensa o memorial de tão grande Mistério. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o mal

e nos conduza à vida eterna.

R. Amém!

Ofício das Leituras

V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.

R. Socorrei-me sem demora!

Glória ao Pai ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém! Aleluia.

Hino

Aquele a quem adoram

o céu, a terra, o mar,

o que governa o mundo,

na Virgem vem morar.

A lua, o sol e os astros

O servem, sem cessar.

Mas Ele vem no seio

da Virgem Se ocultar.

Feliz, ó Mãe, que abrigas

na arca do teu seio

o Autor de toda a vida,

que vive em nosso meio.

Feliz chamou-te o Anjo,

o Espírito em ti gerou

dos povos o Esperado,

que o mundo transformou.

Louvor a vós, Jesus,

nascido de Maria,

Ao Pai e ao Espírito

agora e todo o dia.

Salmodia

Ant. 1 Desceu a bênção do Senhor sobre Maria,

e a recompensa de Deus, seu Salvador. Aleluia!

Salmo 23

– Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra *

o mundo inteiro com os seres que o povoam;

porque ele a tornou firme sobre os mares, *

e sobre as águas a mantém inabalável.

– “Quem subirá até o monte do Senhor, *

quem ficará em sua santa habitação?”

= “Quem tem mãos puras e inocente coração, +

quem não dirige sua mente para o crime, *

nem jura falso para o dano de seu próximo.

– Sobre este desce a bênção do Senhor *

e a recompensa de seu Deus e Salvador.”

– “É assim a geração dos que o procuram, *

e do Deus de Israel buscam a face.”

= “Ó portas, levantai vossos frontões! +

Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, *

a fim de que o Rei da glória possa entrar!”

= Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” +

“É o Senhor, o valoroso, o onipotente, *

o Senhor, o poderoso nas batalhas!”

= “Ó portas, levantai vossos frontões! +

Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, *

a fim de que o Rei da glória possa entrar!”

= Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?”+

“O Rei da glória é o Senhor onipotente, *

o Rei da glória é o Senhor Deus do universo!”

Ant. Desceu a bênção do Senhor sobre Maria,

e a recompensa de Deus, seu Salvador. Aleluia!

Ant. 2 O Senhor santificou sua morada. Aleluia!

Salmo 45

– O Senhor para nós é refúgio e vigor, *

sempre pronto, mostrou-se um socorro na angústia;

– assim não tememos, se a terra estremece, *

se os montes desabam, caindo nos mares,

– se as águas trovejam e as ondas se agitam, *

se, em feroz tempestade, as montanhas se abalam:

– Os braços de um rio vêm trazer alegria *

à Cidade de Deus, à morada do Altíssimo.

– Quem a pode abalar? Deus está no seu meio! *

Já bem antes da aurora, ele vem ajudá-la.

– Os povos se agitam, os reinos desabam; *

troveja sua voz e a terra estremece.

– Conosco está o Senhor do universo! *

O nosso refúgio é o Deus de Jacó!

– Vinde ver, contemplai os prodígios de Deus *

e a obra estupenda que fez no universo:

= reprime as guerras na face da terra, +

ele quebra os arcos, as lanças destrói, *

e queima no fogo os escudos e as armas:

– “Parai e sabei, conhecei que eu sou Deus, *

que domino as nações, que domino a terra!”

– Conosco está o Senhor do universo! *

O nosso refúgio é o Deus de Jacó!

Ant. O Senhor santificou sua morada. Aleluia!

Ant. 3 Dizem coisas gloriosas sobre vós, Virgem Maria.

Aleluia! Aleluia!

Salmo 86

– O Senhor ama a cidade *

que fundou no Monte santo;

– ama as portas de Sião *

mais que as casas de Jacó.

– Dizem coisas gloriosas *

da Cidade do Senhor;

– “Lembro o Egito e Babilônia *

entre os meus veneradores.

= Na Filistéia ou em Tiro +

ou no país da Etiópia, *

este ou aquele ali nasceu”.

= De Sião, porém, se diz: +

“Nasceu nela todo homem; *

Deus é sua segurança”.

= Deus anota no seu livro, +

onde inscreve os povos todos: *

“Foi ali que estes nasceram”.

– E por isso todos juntos *

a cantar se alegrarão;

e, dançando, exclamarão: *

“Estão em ti as nossas fontes!”

Ant. Dizem coisas gloriosas sobre vós, Virgem Maria.

Aleluia! Aleluia!

V. Maria guardava no seu coração. Aleluia!

R. As palavras e os fatos, e neles pensava. Aleluia!

Primeira leitura Gn 3,6.9-15.20

Responsório

R. Por um alimento fomos expulsos das delícias do paraíso, por um outro alimento fomos readmitidos às alegrias do paraíso. Eva tomou um alimento e com ele nos condenou à fome de um eterno jejum;

* Maria produziu um alimento e com ele nos abriu o caminho para o eterno banquete. Aleluia!

V. Eu sou o Pão vivo descido do céu; quem come deste Pão viverá eternamente.

* Maria produziu.

Segunda leitura

Dos escritos de São Pedro Julião Eymard, sacerdote

Maria, primeira adoradora do Verbo encarnado

Eis o meu modelo, a minha Mãe; Maria, primeira adoradora do Verbo encarnado! Oh! quanto deve ter sido perfeita em si mesma, agradável a Deus e rica de graças, esta primeira adoração da Virgem Mãe no primeiro instante da encarnação!

Antes de tudo, foi uma adoração de humildade… diante da soberana majestade do Verbo, pela escolha que fizera de sua pobre serva, pela responsabilidade de tanto amor para com ela e para com todos os homens.

O segundo ato de adoração de Maria deve ter sido, naturalmente, de alegre reconhecimento diante da inefável e infinita bondade de Deus para com os homens, dando-lhes o Salvador; ato de humilde gratidão por ter sido ela, tão indigna, escolhida para tornar-se sua escrava favorita. Esta gratidão deve ter-se efundido em atos de amor pela bondade divina, de exaltação, de louvor e de bênção. O reconhecimento diz tudo isto; é como que doar-se à pessoa benfeitora, tão grande, tão generosa; o reconhecimento é o coração do amor.

O terceiro ato desta adoração foi de homenagem; a oblação, o dom de si mesma, de toda a sua vida ao serviço de Deus: “Eis a Serva do Senhor”; um pesar de ser tão pequena, de possuir tão pouco, de poder tão pouco para servi-Lo como Ele mereceria; pronta a servi-Lo como Ele quiser, disposta a todos os sacrifícios que Ele pedir-lhe, feliz de agradar-Lhe e de corresponder assim ao seu amor pelos homens na encarnação.

O quarto ato de adoração de Maria foi finalmente de compaixão pelos pobres pecadores, para cuja salvação, com gesto de amor infinito, Deus Se encarnava. Ela se interpôs diante da divina misericórdia em seu favor, ofereceu por eles suas reparações e penitências, para implorar para eles a felicidade de conhecer a Deus: tivessem eles a felicidade de conhecer o seu Criador e Salvador, de amá-Lo e servi-Lo, dando assim à SSma. Trindade a honra e a glória que Lhe devem todas as criaturas, mas sobretudo o homem, o terno objeto das misericórdias e do amor de um Deus tão grande e tão bom!

Oh! quanto desejaria poder adorar Nosso Senhor como O adorava esta boa Mãe!

Responsório

R. Eis que Maria gerou o Salvador, a cuja vista João exclamou: “Eis o Cordeiro de Deus, eis Aquele que tira o pecado do mundo”.

* A Virgem O concebeu e O deu à luz; depois do parto a Virgem adorou Aquele que havia gerado. Aleluia!

V. Quando o Salvador nasceu, assim cantou o coro dos Anjos: “Àquele que está sobre o trono e ao Cordeiro, louvor, honra, glória e poder pelos séculos dos séculos”.

* A Virgem O concebeu.

HINO Te Deum

Oração como nas Laudes.

Oração das Doze Horas

V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.

R. Socorrei-me sem demora!

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém! Aleluia.

Hino

Ó Deus, verdade e força

que o mundo governais,

da aurora ao meio-dia,

a terra iluminais.

De nós se afaste a ira,

discórdia e divisão.

Ao corpo dai saúde,

e paz ao coração.

Ouvi-nos, Pai bondoso,

por Cristo Salvador,

que vive com o Espírito

convosco pelo Amor.

Ant. Jesus, então, vendo a sua Mãe

e perto dela o discípulo a quem amava,

disse à sua Mãe: “Mulher, eis aí teu filho!”

Depois disse ao discípulo: Eis tua Mãe!”

E a partir dessa hora,

o discípulo a recebeu em sua casa. Aleluia!

Salmodia

Salmo 122

Deus, esperança do seu povo

– Eu levanto os meus olhos para vós, *

que habitais nos altos céus.

– Como os olhos dos escravos estão fitos *

nas mãos do seu senhor,

– como os olhos das escravas estão fitos *

nas mãos de sua senhora,

– assim os nossos olhos, no Senhor, *

até de nós ter piedade.

– Tende piedade, ó Senhor, tende piedade; *

já é demais esse desprezo!

– Estamos fartos do escárnio dos ricaços *

e do desprezo dos soberbos!

Salmo 123

O nosso auxílio está no nome do Senhor

– Se o Senhor não estivesse ao nosso lado, *

que o diga Israel neste momento;

– Se o Senhor não estivesse ao nosso lado, *

quando os homens investiram contra nós,

– com certeza nos teriam devorado *

no furor de sua ira contra nós.

– Então as águas nos teriam submergido, *

a correnteza nos teriam arrastado,

– e então, por sobre nós teriam passado *

essas águas sempre mais impetuosas.

– Bendito seja o Senhor, que não deixou *

cairmos como presa de seus dentes!

– Nossa alma como um pássaro escapou *

do laço que lhe armara o caçador;

– O laço arrebentou-se de repente, *

e assim nós conseguimos libertar-nos.

– O nosso auxílio está no nome do Senhor, *

do Senhor que fez o céu e fez a terra!

Salmo 124

Deus, protetor do seu povo

– Quem confia no Senhor é como o monte de Sião: *

nada o pode abalar, porque é firme para sempre.

= Tal e qual Jerusalém, toda cercada de montanhas,+

assim Deus cerca seu povo de carinho e proteção, *

desde agora e para sempre, pelos séculos afora.

– O Senhor não vai deixar prevalecer por muito tempo +

o domínio dos malvados sobre a sorte dos seus justos, *

para os justos não mancharem suas mãos na

iniqüidade.

= Fazei o bem, Senhor, aos bons e aos que têm reto

coração, +

mas os que seguem maus caminhos, castigai-os com

os maus! *

Que venha a paz a Israel! Que venha a paz ao vosso povo!

Ant. Jesus , então, vendo a sua Mãe

e perto dela o discípulo a quem amava,

disse à sua Mãe: “Mulher, eis aí teu filho!”

Depois disse ao discípulo: Eis tua Mãe!”

E a partir dessa hora,

o discípulo a recebeu em sua casa. Aleluia!

Leitura breve Zc 9,9

Exulta, cidade de Sião! Rejubila, cidade de Jerusalém. Eis que vem teu rei ao teu encontro; ele é justo, ele salva.

V. Felizes as entranhas da Virgem Maria, Aleluia!

R. Que trouxeram o Filho de Deus, Pai eterno. Aleluia!

Oração

Ó Pai clementíssimo, quisestes que a Mãe do Vosso Filho, presente ao pé da Cruz, participasse do mistério da salvação humana; concedei-nos, por sua intercessão, celebrar com devoção sempre mais intensa o memorial de tão grande Mistério. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

Vésperas

V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.

R. Socorrei-me sem demora.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Ao nosso primeiro pai,

deu Eva mortal alimento

que todo o gênero humano

contaminou para sempre.

Mas a Virgem reparou

esse dano irremediável,

repleta do Santo Espírito

deu à luz o seu Filho.

Que vem nos alimentar

no seu místico banquete;

Belém se tornou a pátria

do celeste e vivo Pão.

Enquanto os anjos em coro

cantam hinos a Jesus,

Maria, a Mãe Virginal,

adorando embora o Filho.

Já O oferece qual vítima

pela nossa salvação:

goza e sofre ao mesmo tempo

de santo amor e de dor.

Salve, ó espiga, repleta

do Trigo que é nossa vida,

ó vaso que encerrais

o alimento divinal!

Louvor ao Pai e ao Espírito,

e ao Filho da Santa Virgem

Que a vida eterna nos dá

no seu Pão celeste. Amém.

Salmodia

Ant. 1 “Maria, alegra-te, ó cheia de graça,

o Senhor é contigo!” Aleluia! Aleluia!

Salmo 121

– Que alegria, quando ouvi que me disseram: *

“Vamos à casa do Senhor!”

– E agora nossos pés já se detêm, *

Jerusalém, em tuas portas.

– Jerusalém, cidade bem edificada *

num conjunto harmonioso;

– para lá sobem as tribos de Israel, *

as tribos do Senhor.

– Para louvar, segundo a lei de Israel,

o nome do Senhor.

– A sede da justiça lá está *

e o trono de Davi.

– Rogai que viva em paz Jerusalém, *

e em segurança os que te amam!

– Que a paz habite dentro de teus muros, *

tranqüilidade em teus palácios!

– Por amor a meus irmãos e meus amigos, *

peço: “A paz esteja em ti!”

– Pelo amor que tenho à casa do Senhor, *

eu te desejo todo bem!

Ant. “Maria, alegra-te, ó cheia de graça,

o Senhor é contigo!” Aleluia! Aleluia!

Ant. 2 Eis a serva do Senhor:

realize-se em mim a Palavra do Senhor! Aleluia!

Salmo 126

– Se o Senhor não construir a nossa casa, *

em vão trabalharão seus construtores;

– Se o Senhor não vigiar nossa cidade, *

em vão vigiarão as sentinelas!

– É inútil levantar de madrugada, *

ou à noite retardar vosso repouso,

– para ganhar o pão sofrido do trabalho, *

que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

– Os filhos são a bênção do Senhor, *

o fruto das entranhas, sua dádiva.

– Como flechas que um guerreiro tem na mão, *

são os filhos de um casal de esposos jovens.

– Feliz aquele pai que com tais flechas *

consegue abastecer a sua aljava!

– Não será envergonhado ao enfrentar *

seus inimigos junto às portas da cidade.

Ant. Eis a serva do Senhor:

realize-se em mim a Palavra do Senhor! Aleluia!

Ant. 3 “És bendita entre todas as mulheres da terra, e bendito é o fruto que nasceu do teu ventre!” Aleluia! Aleluia!

Cântico Ef 1,3-10

– Bendito e louvado seja Deus, *

o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso,

– que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo

com bênção espiritual de toda sorte!

R. Bendito sejais, vós, nosso Pai,

que nos abençoastes em Cristo!

– Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu, *

já bem antes de o mundo ser criado,

– para que fôssemos, perante a sua face, *

sem mácula e santos pelo amor. (R.)

= Por livre decisão de sua vontade, +

predestinou-nos, através de Jesus Cristo, *

a sermos nele os seus filhos adotivos,

– o louvor e para glória de sua graça, *

que em seu Filho bem-amado nos doou. (R.)

– É nele que nós temos redenção, *

dos pecados remissão pelo seu sangue.

= Sua graça transbordante e inesgotável +

Deus derrama sobre nós com abundância, *

de saber e inteligência nos dotando. (R.)

– E assim, ele nos deu a conhecer *

o mistério de seu plano e sua vontade,

– que propusera em seu querer benevolente, *

na plenitude dos tempos realizar:

– o desígnio de, em Cristo, reunir *

todas as coisas: as da terra e as do céu. (R.)

Ant. “És bendita entre todas as mulheres da terra,

e bendito é o fruto que nasceu do teu ventre!”

Aleluia! Aleluia!

Leitura breve Gl 4, 4-5

Quando se completou o tempo previsto, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sujeito à Lei, a fim de resgatar os que eram sujeitos à Lei e para que todos recebêssemos a filiação adotiva.

Responsório Breve

R. “Maria, alegra-te, ó cheia de graça;

* O Senhor é contigo! R. Maria.

V. És bendita entre todas as mulheres da terra

e bendito é o fruto que nasceu do teu ventre!

* O Senhor. Glória ao Pai. R. Maria.

Ant. Os discípulos, com Maria, Mãe de Jesus, mostravam-se assíduos ao ensinamento dos apóstolos,

à comunhão fraterna, à fração do pão e às orações. Aleluia!

Cântico evangélico: Magníficat

A alegria da alma no Senhor

– A minh’alma engrandece ao Senhor *

e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador,

– pois, Ele viu a pequenez de sua serva, *

eis que agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

– O Poderoso fez por mim maravilhas, *

e Santo é o seu Nome!

– Seu amor, de geração em geração, *

chega a todos que o respeitam.

– Demonstrou o poder de seu braço *

dispersou os orgulhosos.

– Derrubou os poderosos de seus tronos *

e os humildes exaltou.

– De bens saciou os famintos *

e despediu, sem nada, os ricos.

– Acolheu Israel, seu servidor, *

fiel ao seu amor,

– como havia prometido aos nossos pais, *

em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, *

como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Os discípulos, com Maria, Mãe de Jesus, mostravam-se assíduos ao ensinamento dos apóstolos,

à comunhão fraterna, à fração do pão e às orações. Aleluia!

Preces

Proclamemos a grandeza de Deus Pai todo-poderoso: Ele quis que Maria, Mãe de seu Filho, fosse celebrada por todas as gerações. Peçamos humildemente:

R. Cheia de graça, intercedei por nós!

Deus, autor de tantas maravilhas, que fizestes a Imaculada Virgem Maria participar em corpo e alma da glória celeste de Cristo,

conduzi para a mesma glória os corações de vossos

filhos. R.

Vós, que nos destes Maria por Mãe, concedei, por sua intercessão, saúde aos doentes, consolo aos tristes, perdão aos pecadores,

e a todos a salvação e a paz. R.

Vós, que fizestes de Maria a cheia de graça,

concedei a todos a abundância da vossa graça. R.

Fazei, Senhor, que a vossa Igreja seja, na caridade, um só coração e uma só alma,

e que todos os fiéis perseverem unânimes na oração

com Maria, Mãe de Jesus . R.

Vós, que coroastes Maria como Rainha do Céu,

fazei que nossos irmãos falecidos se alegrem

eternamente em vosso reino, na companhia dos santos. R.

Pai Nosso…

Oração

Ó Pai clementíssimo, quisestes que a Mãe do Vosso Filho, presente ao pé da Cruz, participasse do mistério da salvação humana; concedei-nos, por sua intercessão, celebrar com devoção sempre mais intensa o memorial de tão grande Mistério. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o mal e nos conduza à vida eterna.

R. Amém!

Comentários fechados.